Publicidade

Você sabe tirar fotos com seu celular ou Smartphone?

Pensando em dar dicas sobre tecnologias, resolvi replicar uma matéria interessante, e que está em alta hoje em dia, trata-se de como tirar fotos com o seu celular ou Smartphone, existem pessoas que acham que tirar foto é fácil  moleza... mas te  garanto que não viu, depende do ambiente, do aparelho, da luz , da lente, da tremedeira nas mãos etc. o contexto do texto mostra que não é  tão simples não, e estou aqui para mostrar dicas importantes de como  tirar fotos bonitas com o seu aparelho de celular ou Smartphone, continue lendo...

Talvez o primeiro desafio para fazer boas fotos com smartphone é a maneira de segurar o aparelho. Isso mesmo; pode parecer simples, mas algumas táticas são indispensáveis para você ter mais controle e evitar fazer fotos tortas ou tremidas. O ideal, assim como com qualquer câmera, é respirar fundo e manter o máximo de firmeza nas mãos. O professor deu umas ideias legais pra evitar a tremedeira.

Pronto, com o smartphone firme e posicionado, é hora de pensar na composição: no enquadramento e nos planos da sua foto. Mas há dicas para melhorar e compor quase como um profissional também. Existe uma regra antiga que não falha nunca – é a regra dos terços. Você já ouviu falar?
Tirar fotos com o objeto ou pessoa centralizado não é errado também. Aliás, na fotografia, regras ajudam, mas foram feitas para serem quebradas. Diversos elementos fazem parte de uma boa composição; o enquadramento é apenas um deles. Ah, e as linhas dos terços também têm outra utilidade interessante para deixar suas fotos ainda mais bacanas.
Brincar com planos também dá um toque diferente aos cliques. Vale lembrar que nosso olho vê tudo de forma tridimensional, mas as câmeras captam imagens em apenas duas dimensões; mas dá pra criar certas ilusões interessantes definindo planos para sua imagem.
A maioria das câmeras de smartphones já traz a função de zoom embutida. Porém, em 99% dos modelos, o zoom dos smartphones é digital, ou seja, é uma ampliação feita por software e significa perda de qualidade. Se você tiver uma câmera com zoom óptico, perfeito... caso contrário, tente se aproximar do assunto fotografado ou esteja ciente de que o zoom digital vai sacrificar seu clique.

Existe também uma linha de lentes que podem ser acopladas aos smartphones para substituir essa ausência do zoom óptico. De grande angulares a teleobjetivas, esses acessórios são bastante interessantes e ampliam bastante suas possibilidades. Se você realmente gosta de fotografar, é um investimento não tão alto e que vale a pena.
Bom, agora independente de zoom, lente ou enquadramento, fotografia é luz! E se a ideia for melhorar seus cliques, é hora de começar a prestar mais atenção nas fontes de luz presentes na sua cena. De onde elas vêm? Qual sua intensidade?...e por aí vai.
"Não é porque é um fotógrafo amador ou hobbysta que ele não tem que treina observação. De onde vem o sol ou a luz?", lembra o professor de fotografia Felipe Denuzzo, da Escola Panamericana de Arte. É preciso observar para colocar o assunto de sua imagem contra a luz.
Ainda que de baixa potência, os flashs dos smartphones também podem ser bastante úteis; principalmente de perto e, sim, combinado com outra iluminação.
"O flash traz a luz pode trazer a luz para a sombra, o que chamamos de 'luz de preenchimento'", explica ele. Não precisa ser necessariamente o flash, mas qualquer fonte de iluminação ou até mesmo um rebatedor.
À noite não tem muito o que fazer; poucos smartphones trazem câmeras capazes de fazer boas fotos em condições de baixa luz. O padrão é que câmeras de celulares trabalhem, de preferência, com muita luz.
Uma função que vem se tornando comum também nos modelos mais modernos é o HDR, uma tecnologia que produz simultaneamente diversas imagens em diferentes exposições e combina as imagens automaticamente para criar uma fotografia mais próxima do que é visto pelo nosso olho; ou seja, com mais detalhes nas sombras e nos pontos luminosos do que uma imagem padrão.
Mais uma dica para fechar nosso pacotão é, talvez, a mais básica: conheça seu equipamento. Por mais chato que seja, é preciso ler o manual para conhecer algumas funções. Afinal, de que adianta investir tanto em um aparelho se você não vai conseguir usar tudo o que ele oferece?!
"Não é o aparelho que faz a foto, mas o fotógrafo. Quanto mais você dominar o aparelho melhor", explica o professor, citando que o usuário não deve se deixar dominar pelas funções do aparelho.
Com essas dicas, pode ter certeza, suas fotos tiradas com smarphone não serão mais as mesmas. Prepare-se para surpreender muita gente e até, de repente, se interessar ainda mais pelo fascinante mundo da fotografia. Aliás, no olhardigital.com.br, logo abaixo do vídeo desta matéria, separamos links de uma matéria que compara câmeras digitais com as dos smartphones e também explicamos a fundo cada função das câmeras dos celulares. Perdeu? Não perca mais tempo, acesse, confira e bons cliques...



Fonte: Olhardigital.com.br 

Comente com o Facebook: