Publicidade

Que tal montar o seu próprio All in One?


Que tal montar o seu próprio All in One? ou na tradução (tudo em um), pois é nada mau né? A  exemplo do que fazemos com o computador de mesa, que você pode montar peça por peça, comprar uma placa mãe, um hd, o leitor de cd/dvd, dentre outros periféricos de informática. Surgiu a possibilidade de montar o seu, vamos dizer assim! “PC PORTÁTIL”não estou falando de notebook, estou falando de você colocar num mesmo local a paca mãe, o monitor, o hd, e todos outros periféricos, montando o seu próprio “All In One” leiam a matéria  e entenda melhor o que estou falando.
  
CES 2013: Kit permitirá montar seu próprio PC “All In One” Loyd Case, PCWorld EUA
10-01-2013
Gigabyte e Intel tentam provar que o espírito “faça você mesmo” não está morto entre os PCs.
O espírito “faça você mesmo” não está morto, e a Gigabyte quer deixar esta mensagem bem clara. A fabricante taiwanesa entrega anualmente às lojas milhões de placas-mãe, que são usadas por entusiastas para construir seus próprios PCs “turbinados”.
Mas tendências na indústria, como o PC “All In One” (AIO no jargão, máquinas integradas com todos os componentes atrás do monitor), fazem com que os tradicionais PCs em gabinetes “torre” pareçam obsoletos. Mesmo fabricantes de nicho, especializados na produção sob medida de PCs de alto-desempenho, estão se voltando aos modelos mais compactos.
Com isso a Gigabyte e a Intel estão se unindo para permitir que você monte seu próprio PC AIO. A Intel está desenvolvendo um padrão de componentes modulares para sistemas All In One, que inclui a especificação de uma placa-mãe de perfil muito reduzido e formato similar às mini-ITX, chamado Thin Mini-ITX. A Gogabyte está oferecendo duas placas-mãe baseadas neste padrão, incluindo uma usando o chipset Intel H77.
A Intel está levando este esforço bastante a sério, e oferece tutoriais e documentação para os interessados. Para minimizar a confusão entre os consumidores, as placas mãe Thin Mini-ITX baseadas no novo padrão incluirão um logotipo especial na caixa.
Uma placa-mãe precisa de um gabinete, portanto o padrão da Intel também inclui especificações para um chassis com monitor integrado no qual as novas placas poderão ser instaladas. O gabinete também incluirá hardware adequado para refrigeração. A Gigabyte mostrou um exemplo de gabinete AIO durante a CES 2013, em Las Vegas.
Atualmente existem poucas opções para personalizar a configuração. Há pouco ou nenhum espaço para uma GPU, por exemplo. Mas de qualquer forma as placas-mãe da Gigabyte só tem slots PCI Express x1, que não tem largura de banda necessária para suportar uma GPU sofisticada. 
O padrão da Intel também inclui recursos únicos aos PCs AIO, incluindo suporte a fontes de alimentação externas e até mesmo conectores LVDS (Low-Voltage Differential Signal) para que painéis LCD possam ser facilmente conectados internamente.
As novas placas e gabinetes estarão disponíveis no final do primeiro trimestre de 2013. O preço não foi definido, mas estima-se que as placas custem, nos EUA, cerca de US$ 100, e que gabinetes com monitores de 22 polegadas integrados saiam por US$ 300 a US$ 400.

Fonte:pcworld

Comente com o Facebook: