Publicidade

Mídias sociais viciam mais que bebida e cigarro...


Se a vontade de ficar conectado 24 horas por dia o leva a fazer declarações exageradas sobre sua sensação de impotência, pode deixar o exagero de lado....
Os resultados de uma nova pesquisa comprovam o que você já pressentia há anos: checar e-mails e mídias sociais vicia mais que cigarro e álcool.
Sob a direção de Wilhelm Hofmann, uma equipe da Escola de Negócios da Universidade de Chicago conduziu um experimento com aparelhos Blackberry para testar a força de vontade de 205 pessoas, com idades entre 18 e 85 anos, na cidade alemã de Wurtzburg.
Ao longo de uma semana, os participantes deveriam identificar sete vezes ao dia os desejos que sentiam e sua intensidade.
A equipe analisou milhares de respostas e chegou a alguns resultados significativos. Felizmente, o estudo mostrou que não somos todos escravos do vício e da distração, já que a necessidade de sono e lazer ocupa o topo da lista.
No entanto, no item “níveis de fracasso do auto-controle”, as mídiassociais, e-mails e trabalho ficaram na frente de um trago em um bom cigarro ou um gole daquele uísque 12 anos.
"O desejo de acessar as mídias sociais pode ser comparativamente maior devido à grande disponibilidade e à sensação de que ‘não custa muito’ se dedicar a essas atividades, mesmo se a pessoa quiser resistir”, explicou Hofmann ao Guardian.
"Cigarros e álcool envolvem mais custos – monetários e de longo prazo – e a oportunidade nem sempre é adequada”, acrescentou Hofmann. "Embora ceder aos apelos das mídias acarrete menos consequências, o uso frequente ainda ‘rouba’ muito tempo das pessoas”.
Diante disso, vamos deixar que George McGregor e The Bronzettes cantem nossa total falta de vontde de resistir aos desejos. É com você, George.


Comente com o Facebook: