Publicidade

Pesquisadores criam antena que gera energia a partir de frequências WiFi:


      Tecnologia pode converter energia de micro-ondas de TVs, WiFi e frequências de celular em eletricidade. Nos dias de hoje, parece que há mais sinais eletromagnéticos no ar do que oxigênio, com tantas televisões, rádios, conexões 4G e WiFi e satélites fazendo streaming wireless a nossa volta. Pesquisadores do Georgia Tech descobriram uma maneira
de extrair energia suficiente dessas transmissões sem fio para alimentar pequenos aparelhos eletrônicos. Manos Tentzeris,
professor de Engenharia Elétrica e de Computadores na universidade da Georgia (EUA), liderou o desenvolvimento de uma antena ultra-banda larga capaz de converter micro-ondas em energia. A antena foi produzida usando  uma impressora de jato de tinta para combinar sensores, antenas e super-capacitores em uma base de papel ou de polímeros flexíveis. O processo utiliza prata e outras nanopartículas, e é similar ao processo de fabricação de sensores e antenas. Os pesquisadores demonstraram que a antena pode gerar centenas de microwatts apenas a partir de frequências de TV. Até agora, eles foram capazes de alimentar um sensor de temperatura utilizando a energia da transmissão de uma emissora de televisão a 500m da antena. Um sistema mais poderoso de geração, a partir de um espectro de sinais mais abrangente, algo entre 100MHz até 15GHz ou mais, poderia gerar um miliwatt de eletricidade ou mais – suficiente para o funcionamento de microprocessadores ou sensores. O time de pesquisadores afirma que o sistema pode ser utilizado por si só como produtor de energia ou em conjunto com células solares. Outra possibilidade é a antena ser usada com tecnologia RFID, ou enviar sinais de emergência para outros geradores com defeito e sistemas de refrigeração.

Fonte:   IDGNOW


Comente com o Facebook: