Publicidade

VOCÊ CONHECE A TECNOLOGIA TPM?


  Você já conhece a segurança do armazenamento de senhas de sistema em pleno texto? As máquinas Windows costumavam fazer exatamente isso e usuários e hackers podiam acessar essas senhas com habilidades e esforço mínimos, com o avanço das tecnologias vem surgindo opções  diversas... O Windows Server 2008 e a funcionalidade “BitLocker Drive Encryption” do Windows Vista utilizam tecnologia Trusted Platform Module (TPM) para mudar a forma de operação da segurança dos computadores Windows...
Chips TPM, concebidos pelo Trusted Computing Group (do qual empresas como a AMD, Hewlett-Packard, IBM, Lenovo, Intel, Microsoft e Sun são membros e co-fundadores), são criptoprocessadores de hardware que geram e armazenam chaves de encriptação, senhas e certificados digitais de forma segura. Afixado na placa-mãe, cada chip TPM abriga uma chave criptográfica RSA única (o padrão é de 128 bits AES) que fica permanentemente embutido no chip. Uma vez que as informações criptográficas armazenadas em um TPM são gravadas em um hardware separado dos discos rígidos físicos, dados sensíveis ficam mais bem protegidos contra ataques maliciosos de software e roubo de hardware. O sistema TPM pode autenticar sistemas em um nível de hardware, assegurando que o hardware não seja corrompido e que o sistema que está tentando acessar os dados é o sistema correto. O TPMacesso a dados caso o software seja alterado. O Microsoft BitLocker utiliza a tecnologia TPM para garantir asegurança do volume lógico total do sistema operacional, bem como o caminho que os sistemas utilizam para acessá-lo. Isto é, o volume completo de boot pode ser encriptado e a BIOS e o setor de boot podem ser trancados, de forma a prevenir ataques maliciosos. Como ele trabalha de maneira “passiva”, acessando informações mediando solicitação de processos mais elevados do sistema, a tecnologia TPM não está limitada a nenhum sistema operacional ou plataforma desoftware em particular. Há disponibilidade de suporte à TPM para softwares Linux, por exemplo, e as potenciais aplicações para TPM são abundantes, variando do armazenamento seguro de sistemas de senhas à autenticação biométrica.


Comente com o Facebook: